Quadrim Entrevista - Por Enquanto

You are here: Home » Quadrim Entrevista » Quadrim Entrevista – Por Enquanto

Hoje o assunto é sério, #TropaQuadrimcast. Um dos males modernos da nossa sociedade é a questão do bullying, e no QUADRIM ENTREVISTA vamos conversar um pouco com quem trata desse assunto em seu quadrinho! Batemos um papo com VANESSA BENCZ e YASMIN MORAIS, autoras de POR ENQUANTO!

Quadrim: Vanessa e Yasmin, em primeiro lugar agradecemos a vocês por nos conceder esta entrevista. Como é a primeira vez de vocês no site, tem a pergunta básica: como vocês se tornaram fãs de quadrinhos?
Vanessa: Lembro como se fosse ontem: eu era criança, ainda não sabia ler, mas folheava avidamente um gibi da Magali, da Turma da Mônica. Pouco tempo depois aprendi a ler e, como toda criança, devorava os trabalhos do Mauricio de Sousa. Depois vieram as HQs de super-heróis e, já adulta, me apaixonei por Maus e Persépolis. Tanto, que as influências para o desenvolvimento de “Por Enquanto” são essas duas graphic novels.

Yasmin: Como a Vanessa mesmo disse, a Turma da Mônica também sempre foi algo que esteve presente na minha vida, eu adorava ler aqueles quadrinhos. Somente mais tarde eu fui desenvolver uma leitura mais aprofundada. A primeira que eu li e me apaixonei foi O Maravilhoso Mágico de OZ de L. Frank Baum, desde então eu me apaixonei pelas Graphics Novels.

Quadrim: Antes de falarmos especificamente de “Por Enquanto”, a Vanessa já fez outros projetos no catarse, incluindo a graphic “A Menina Distraída”, que trata sobre a questão do bullying. No que abordar essas questões é importante pra você?
Vanessa: A violência escolar é algo que me revolta de forma bem profunda e íntima. Eu fui uma vítima há vinte anos – e acho um absurdo que hoje, em pleno 2017, o bullying ainda exista. Muita gente achou que, com a evolução da internet, a comunicação disseminaria a educação de uma forma mais orgânica. Bem, não é isso o que está acontecendo. Ainda existem tabus. Temas como suicídio e automutilação são alguns deles.

Yasmin: Acredito que falar a respeito dessas questões que acabam mudando nossa auto-estima é extremamente importante. Porque querendo ou não, isso vai definir em quem vamos nos tornar e o que vamos levar de memórias para a nossa vida adulta. Criar uma pauta sobre Bullying, automutilação, exclusão social, violência verbal e física, faz com que as pessoas que o praticam se tornem mais expostas e que desenvolvam uma noção de consciência – de que aquilo que estão falando, praticando vai influenciar na vida de alguém, criando uma marca permanente.

Quadrim: E esse trabalho a fez realizar palestras onde você teve contato com muitos casos de violências (físicas ou morais) contra jovens… Como é lidar com o fato de ser uma voz que pode dar vazão aos sentimentos dessas pessoas?
Vanessa: É uma responsabilidade tremenda. Já fiz cerca de 800 palestras pelo Brasil inteiro. Quanto mais o tempo passa, mais confirmo a importância de oferecer acolhimento aos estudantes.

Yasmin: Fui em algumas palestras da Vanessa e o jeito que ela lida com essa abertura que os jovens têm com ela pós-palesta é fantástico. De fato uma responsabilidade tremenda na qual ela faz com muita sabedoria e excelência.

Quadrim: Agora falando de “Por Enquanto”, a abordagem agora é com a questão da automutilação. Como surgiu a ideia de falar desse assunto?
Vanessa: Abordei a Yasmin já com essa ideia em mente. Quando frequentamos escolas com o olhar de adulto, entendemos que o ambiente educacional é recheado de tabus. Bom, e eu adoro tabus. Resolvi que desta vez queria falar sobre automutilação, porque é justamente o assunto que muitas pessoas querem varrer para baixo do tapete.

Yasmin: Quando a Vanessa veio me procurar para falar do projeto, ela já tinha em mente falar sobre a automutilação – que é uma das consequências que o bullying pode trazer, e que acabava sendo visivelmente comum nas palestras que ela dava quando promovia A Menina Distraída. Então, porque não falar de um assunto que é necessário dar a devida importância?

Quadrim: Pra esse projeto a Yasmin é a desenhista, como foi formada essa parceria?
Vanessa: Em novembro de 2016 eu sonhei que havia lançado uma HQ em preto e branco tipo a Persépolis. Quando acordei do sonho, eu estava transtornada. Resolvi que queria lançar essa bendita HQ. Mas… precisaria achar a pessoa certa. A Yasmin vai contar a seguir como foi que nos conhecemos.

Yasmin: Costumamos dizer que foi um Match profissional haha. A Vanessa postou no Facebook pessoal dela que queria uma mina desenhista de Joinville para fazer um projeto junto com ela e alguns amigos meus acabaram me indicando para tal; Então quando fui chamá-la para conversar foi um Match, nos damos muito bem. Uma apoia a outra!

Quadrim: E como é o processo criativo de vocês?
Yasmin: É o processo de duas hiperativas que vivem em um Brainstorm haha.

Quadrim: E após o projeto finalizar, sendo ele financiado ou não, quais os próximos planos?
Yasmin: Continuar inovando e lutando pela paz nas escolas. Sei que posso contar com a Vane para vários outros projetos e quem sabe, desenvolvemos mais coisas juntas.

Quadrim: Quem já apoiou, o que pode esperar do livro?
Yasmin: Muita sensibilidade. Este projeto está sendo desenvolvido com o maior carinho e cuidado.

Quadrim: Pra finalizar, que recado vocês dariam aos leitores que possam estar indecisos se devem investir no projeto?
Vanessa: Esta HQ, além de ser um trabalho lindo visualmente, vai ser uma ferramenta de empoderamento para estudantes. Estamos falando de vários tabus de forma responsável e amorosa, e não vamos admitir que discussões sobre respeito e sobre a VIDA caiam no silêncio. É com muita coragem que eu e a Yasmin nos levantamos para tocar em feridas e para falar de superação.

Yasmin: Nos ajudem a dar vida para um projeto social tão importante. Seja financeiramente ou divulgando esta entrevista com o link catarse.me/porenquanto!

E para todos que sofrem/sofreram com depressão, automutilação, assédio verbal ou físico: Nós não te conhecemos e você não nos conhece. Mas estamos contigo, tá? A dor uma hora irá passar, mas essa companhia, isso aqui, isso não é só Por enquanto.

Uma HQ que tem um caráter social importantíssimo, Tropa! Se quiser ter essa obra em suas mãos, basta clicar na imagem abaixo e contribuir! A partir de R$ 30,00 você receberá um exemplar garantido e o prazo para contribuir é até 17 de abril de 2017!

Você também pode gostar de:
Equipe Quadrim

Nerds e Apaixonados por cinema, séries de TV, animação, games e, especialmente, quadrinhos; os membros da Quadrim se reúnem aqui pra dar sua opinião, mesmo sem ninguém pedir, sobre todos os assuntos que fazem parte desse maravilhoso mundo.

Facebook Twitter 

Comentários

comentários


Esse espaço é destinado aos visitantes da Quadrim para interagir entre si e com os membros da equipe. Não é necessário realizar login, basta informar nome e e-mail. Pedimos a todos que se expressem com respeito e cordialidade, evitando ofensas gratuitas e palavras de baixo calão.

A Quadrim não se responsabiliza pelas opiniões postadas nesse espaço por seus visitantes, mas solicita a todos que se utilizem de sua liberdade de expressão com a devida atenção às regras normais de convívio social. Os comentários estão sujeitos a moderação no caso de descumprimento dessas instruções.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Breve no Quadrimcast!

Konami Easter Egg by Adrian3.com